Posso vender o excedente de energia do meu sistema solar?

21 de março de 2024

A energia solar é uma fonte de energia limpa e sustentável que tem ganhado cada vez mais popularidade. Com o aumento do número de pessoas aderindo a sistemas fotovoltaicos para geração de energia, surgem diversas dúvidas, sendo uma delas: "Posso vender o excesso de energia gerada pelo meu sistema fotovoltaico?" Neste artigo, vamos explorar essa questão e fornecer todas as informações possíveis sobre a venda de energia excedente.

O Conceito de Energia Excedente

Antes de respondermos à pergunta principal, é importante entender o conceito de energia excedente. Além disso, quando um sistema fotovoltaico produz mais energia do que é consumido pelo proprietário, essa energia extra é considerada excedente. Esta situação ocorre devido a diversas variações, como as condições climáticas e o consumo de energia do local.

Por exemplo, durante o verão, é comum que o consumo de energia aumente devido ao uso de aparelhos de ar condicionado. Portanto, já durante o inverno, o consumo tende a ser menor. Essas flutuações no consumo resultam em períodos em que o sistema fotovoltaico produz mais energia do que é necessário, gerando um excedente.

Possibilidade de Venda da Energia Excedente

No Brasil, a possibilidade de vender energia excedente varia de acordo com a legislação de cada estado e o modelo regulatório aplicado. Em alguns estados, existe o sistema de compensação de energia, conhecido como “Net Metering”. Contudo, esse sistema permite que o consumidor receba créditos na conta de luz pela energia excedente injetada na rede elétrica.

Os créditos gerados podem ser utilizados posteriormente para reduzir o consumo de energia em momentos de menor geração solar, como à noite ou em dias nublados. Portanto, essa é uma forma de aproveitar a energia gerada pelo sistema fotovoltaico em momentos em que não está gerando eletricidade suficiente para atender à demanda.

No entanto, é importante ressaltar que nem todos os estados brasileiros possuem uma regulamentação específica para a venda de energia excedente. Portanto em alguns casos, a legislação pode limitar a geração de energia apenas para atender ao consumo local, sem permitir a venda do excedente.

Portanto, antes de investir em um sistema fotovoltaico com a expectativa de vender a energia excedente, é essencial verificar junto ao fornecimento de energia elétrica local e às autoridades competentes quais são as regras e possibilidades de pagamentos pela energia excedente gerada.

Regulamentação da ANEEL

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) é responsável por regulamentar a geração e distribuição de energia no Brasil. De acordo com a Resolução Normativa nº 687 da ANEEL, no sistema de compensação, o excedente de energia elétrica gerada pelo sistema fotovoltaico é automaticamente injetado na rede da distribuidora. Essa ação gera créditos que o consumidor pode usar para reduzir as próximas faturas de energia.

É importante destacar que o prazo de validade dos créditos é de 60 meses, ou equivalente a 5 anos. Além disso, existe a possibilidade de utilizar esses créditos para abater faturas de outras unidades consumidoras, desde que pertençam ao mesmo CPF ou CNPJ do produtor de energia.

Caso o objetivo seja produzir energia solar para comercialização, é necessário implantar uma usina solar fotovoltaica. As usinas podem atuar no mercado livre de energia, obedecendo às normas e parâmetros estabelecidos pela ANEEL. Para isso, é necessário ser associado à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Leia também: Como Administrar a Minha Usina de Energia Solar

Considerações Finais

Vender o excedente de energia de um sistema fotovoltaico está sujeito a regulamentações regionais. Apesar das variações legais, adotar energia solar é uma medida sustentável e econômica, reduzindo custos de energia e promovendo um futuro mais verde.

É fundamental que os interessados ​​em investir em energia solar busquem informações atualizadas sobre a legislação vigente em sua região e entrem em contato com as concessionárias de energia elétrica e as autoridades competentes para obter todas as diretrizes sobre a venda de energia excedente.

A energia solar é uma alternativa viável e eficiente que oferece benefícios econômicos e ambientais. Para saber mais sobre essa tecnologia e tirar todas as suas dúvidas, consulte especialistas no assunto e faça uma análise detalhada das possibilidades e regulamentações locais. Invista em um futuro mais sustentável com a energia solar!