Energia Solar por Assinatura Quadruplica em Três Anos

11 de janeiro de 2024
Energia Solar por Assinatura Quadruplica em Três Anos

Cada vez mais consumidores têm optado pela assinatura de energia solar como fonte alternativa de geração de eletricidade, levando à constante busca pela diversificação da matriz energética brasileira. Esse modelo de serviço teve um crescimento exponencial nos últimos anos, quadruplicando o número de consumidores no país. Quer saber como? Leia até o final.

Neste artigo, vamos explorar o crescimento desse segmento, entender como funciona o serviço de energia solar por assinatura e analisar sua contribuição socioambiental.

Energia Solar por Assinatura Quadruplica em Três Anos: O Crescimento da Energia Solar por Assinatura no Brasil

De acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o modelo de
eletricidade por assinatura cresceu 14 vezes em quatro anos, passando de menos de 500 para 7 mil usinas. Consumidores saltaram de 3 mil para 11 mil em três anos, com projeção de atingir 350 mil em breve.

Portanto, esse crescimento expressivo demonstra que os consumidores estão buscando alternativas mais econômicas, sustentáveis e convenientes para suprir suas necessidades energéticas. A energia solar por assinatura apresenta uma solução inovadora, permitindo que os consumidores aluguem uma fração da energia produzida por empresas que possuem fazendas solares.

De fato, essa energia é utilizada para abater os custos da conta de luz, proporcionando uma economia líquida que varia entre 10% e 25% da fatura mensal de eletricidade.

Como Funciona o Serviço de Energia Solar por Assinatura

No modelo de energia solar por assinatura, as usinas solares estão conectadas às distribuidoras tradicionais de energia, como a Cemig. Através de um contrato, o consumidor associa-se às empresas que fornecem a energia solar e aluga um percentual da produção, que é pago mensalmente. O processo de adesão é totalmente virtual, não sendo necessário instalar nenhum equipamento em sua residência ou empresa.

Desse modo, a medição de consumo é feita pela distribuidora, que desconta os créditos de energia solar do consumidor. Os demonstrativos de consumo e a fatura são disponibilizados no aplicativo, além da tradicional conta da distribuidora. Essa comodidade e facilidade de adesão têm sido um dos fatores que impulsionam o crescimento do serviço de energia solar por assinatura.

Contribuição Socioambiental da Energia Solar por Assinatura

Energia Solar por Assinatura Quadruplica em Três Anos

Primeiramente, a energia solar pré-paga não apenas proporciona benefícios econômicos para os consumidores, mas também contribui significativamente para o meio ambiente, reduzindo as emissões de gases de efeito estufa e ajudando a mitigar as mudanças climáticas.

Portanto, os consumidores, que estão buscando soluções energéticas alinhadas com a preservação do planeta, consideram cada vez mais a energia solar como uma fonte limpa e sustentável. As fazendas solares permitem a geração de eletricidade eficiente e ecologicamente correta, tornando a energia solar abundante e inesgotável em uma escala de tempo humana.

Energia Solar por Assinatura Quadruplica em Três Anos: O Mercado em Expansão da Energia Solar por Assinatura

Primeiramente, vários fatores impulsionaram o crescimento da energia solar pré-paga no Brasil. Além do cenário natural de crescimento do setor, a demanda dos consumidores por alternativas sustentáveis aumentou devido à recente onda de calor e à necessidade de preservar o meio ambiente. A necessidade urgente de economizar dinheiro também está impulsionando a adesão a esse modelo de energia.

De fato, a Aneel aprovou a regulamentação da Lei nº 14.300/2022, conhecida como Marco Legal da Micro e Pequena Geração de Energia, em fevereiro de 2023, o que também impulsionou o mercado de energia solar por assinatura. Essa regulamentação trouxe mais segurança jurídica e incentivos ao setor, tornando-o mais atraente para empresas e consumidores.

Energia Solar por Assinatura Quadruplica em Três Anos

Conclusão

Por fim, consumidores valorizam a energia solar pré-paga por ser econômica, sustentável e conveniente. Seu crescimento reflete a demanda por energia renovável, contribuindo para a redução de emissões.

Assim, a recente regulamentação do setor e a maior conscientização sobre a importância da transição para uma matriz energética mais limpa devem alimentar o crescimento do mercado de energia solar pré-paga nos próximos anos, como o próprio título diz: Energia solar paga quadruplica em três anos.

Portanto, ao aderir a esse modelo de energia, os consumidores não apenas economizam dinheiro, mas também fazem uma contribuição socioambiental fundamental para um futuro mais sustentável.